Se você está começando a empreender, já deve ter percebido com pouco tempo que não é nada fácil essa vida. E se você já empreende sabe que os desafios mudam com o tempo, mas continuam presentes.

Eu mesma já empreendi outras vezes antes da Francisca Joias Contemporâneas dar certo e ainda me surpreendo com algumas coisas. Mas o que venho falar hoje é sobre os momentos difíceis e como você pode tomar as melhores decisões nesses momentos.

Nem tudo são flores

Empreender é sempre enxergar tudo como uma oportunidade de chegar mais próximo do seu sonho. Se estamos em alta, aprendemos qual a direção para alcançar determinado objetivo. Se estamos em baixa, aprendemos o que dá errado pra tentar o certo na próxima vez.

E eu sei que às vezes a vontade de sentar e ficar reclamando que nada dá certo é imensa, mas não se deixe abater por isso. O sucesso do seu negócio, a realização do seu sonho depende exclusivamente da sua força de vontade e dedicação pra fazer acontecer.

E quando falo de momentos difíceis não precisa ser algo enorme. Pode ser uma decisão que envolva sua vida pessoal, seja como esposa ou mãe. Todos os dias tomamos pelo menos uma decisão importante para realizar o nosso sonho.

Não é fácil e algumas vezes você vai se arrepender depois achando que decidiu muito cedo. Mas com as dicas que vou dar agora você vai enfrentar qualquer situação da melhor forma possível. Vamos começar? Veja minhas dicas abaixo!

1. Não tome nenhuma decisão de cabeça quente

Se você ainda não ouviu essa expressão, “cabeça quente” quer dizer quando estamos concentrados no problema e nas nossas emoções, que nesses momentos não são bons.

É difícil, mas pense friamente no seu problema, com calma mesmo que você fique desesperada pra decidir na hora.

2. Compartilhe suas preocupações com alguém de confiança

 Muitas vezes estamos tão focadas no problema que nem sempre observamos o todo e talvez ali esteja uma solução que você nem tinha visto. Converse com alguém que você considere de confiança e que passe credibilidade e ouça de verdade o que essa pessoa diz. Afinal de contas, nem sempre vamos escutar o que queremos. Mas se é pro bem do seu negócio e o seu, vale a pena ouvir.

3. Tenha todas as informações disponíveis

Para tomar qualquer decisão você deve ter todas as informações disponíveis. Não defina nada sem antes ter a visão 360º do assunto, seja ele qual for. Se você tem uma decisão ligada ao seu negócio, peça ajuda aos seus colaboradores de forma objetiva. Peça dados, analise cenários e tenha a mente aberta pra resolver esse problema.

Por isso é importante você sempre manter as informações do seu negócio atualizadas e organizadas. Em momentos como esse, você pode consultar sem problemas esses dados e ter uma decisão mais rápida.

Aposte em planilhas, por serem mais práticas e fáceis de você organizar as informações. Evite o famoso “caderninho”, pois à medida que o seu negócio cresce esse método de organizar as informações pode trazer problemas pra você.

Leia mais

• Como fazer sua empresa render mais?

• Conheça os melhores indicadores de produtividade

4. Qual o seu pior cenário

Sempre pense de maneira positiva, mas quando se tem uma decisão difícil a ser tomada você deve se perguntar “O que de pior pode acontecer comigo?”.

Quando você visualiza o pior cenário, consegue observar os riscos que cada possibilidade tem. Caso não consiga fazer isso sozinha, peça ajuda para os seus colaboradores. Talvez eles mostrem pontos cegos que você não observa pois não está envolvida diretamente com determinada atividade.

Esse é outro ponto que sempre falo: a importância de escolher bem os colaboradores que farão parte da sua empresa. Nem sempre você vai acertar de primeira, mas busque sempre encontrar pessoas com a mesma visão que a sua.

Se você tem uma  equipe responsável pelo recrutamento de novas pessoas, indique o perfil desejado, independente da função. Assim é fácil e você otimiza o processo seletivo.

5. Cada escolha tem uma perda

Quando se está em uma situação complicada que exige uma decisão, você deve saber que toda escolha traz uma perda. E seja grande ou pequena, você deve estar ciente disso e não se preocupar tanto com isso. Escolha a opção que tem menos perda pra você.

Não se apegue ao problema: Pode acontecer de algumas pessoas ficarem tão imersas ao conflito que também ficam apegadas ao assunto mesmo quando o próprio está resolvido.

Até certo momento se concentre em resolver o problema, mas após isso desapegue. Não adianta ficar pensando no futuro e focar nas decisões passadas, por exemplo. Se arrisque e tenha confiança na atitude que você tomar, ok?

6. Não dê ouvidos ao medo

 Acabei de falar sobre o apego ao problema, mas também não se deixe influenciar pelo seu medo. E esse, minha amiga, pode paralisar o seu sonho de uma forma…. E o pior: você nem percebe, porque a sua mente acaba te convencendo que é uma maneira de te proteger.

Quando estiver insegura e com medo, tenha calma e comece a se analisar. Pode parecer meio louco o que eu estou falando, uma vez que você tem um problema que precisa ser resolvido ao invés de ficar focando em auto conhecimento. Mas esse é o segredo de uma decisão correta, pois se você se conhece as chances de definir algo errado são menores.

7. Se conheça

 A última dica é a mais importante por isso deixei por último. Se conheça acima de tudo. Assim você sabe quais são as suas prioridades, essenciais para você tomar a melhor decisão nessa hora.

Te falei que ia te ajudar a tomar as melhores decisões em momentos difíceis, né? Talvez de tudo isso que eu disse, você vai colocar em prática alguns pontos. Sem problemas, pois é melhor colocar em prática uma ação do que nenhuma.

E se tem alguma dúvida ou quer conversar melhor, deixe um comentário aqui no blog pra mim. Além disso, meu Facebook e Instagram estão cheios de conteúdos bem legais pra você sobre um monte de assunto. Vale a pena conferir. Até já <3