Medir a eficiência dos processos e das pessoas é muito importante para nossa empresa, pra isso temos os indicadores de produtividade. Se a sua empresa alcançou números negativos ou positivos, te surpreendendo, significa que faltam métricas para antecipar os resultados.

Aplicar os indicadores de produtividade, é avaliar se os recursos disponíveis na empresa estão respondendo ao esperado.

1 – Gestão da produtividade

Toda empresa precisa ter seus indicadores de produtividade. A gestão da produtividade auxilia nas estratégias de produção, no desperdício e na avaliação da qualidade dos serviços oferecidos. Uma vantagem de termos esses indicadores é que eles demonstram claramente a falta de planejamento e o quanto isso impactou no caixa da empresa.

Fazer essa gestão vai fazer diferença no produto final, além de evitar prejuízos e má avaliação interna e externa.

Leia mais

• Uma empreendedora pode ter férias?

• Faça um pano de negócio simplificado

2 – Quais indicadores de produtividade devo ter?

Vários, isso vai depender do que você considera mais importante, o que afeta diretamente o seu produto final.

Vou listar aqui alguns indicadores de produtividade, que você vai poder estudar e, talvez, se utilizar de algum deles:

• Absenteísmo (Avalia a falta no trabalho, doenças e saídas);
• Avaliação de desempenho (Entender se determinado funcionário ou setor está rendendo o esperado e identificar as falhas, para correção);
• Qualificação profissional (Avalia e incentiva os colaboradores a se capacitarem e aumentar o capital intelectual e a produção mais eficiente);
• Controle de qualidade (Medir a qualidade é um processo muito importante, ele vai te mostrar a relação entre expectativa e realidade, tanto dentro da empresa, quanto fora);

E outros diversos que vão se encaixar no seu segmento e no plano de negócios.

3 – Como fazer isso?

O primeiro passo é solucionar os problemas mais urgentes, aqueles que afetam os processos importantes. Precisa ter uma medição constante, alguém responsável e metódico para fazer as observações. A frequência da avaliação é você quem decide, semanal é uma boa pedida, no início, para se criar um padrão de qualidade da informação.

Tudo precisa ter um padrão aceitável, e para isso o empreendedor precisa estudar todas as métricas dos indicadores de produtividade.

Só com padrões bem definidos, você pode medir se os resultados estão compatíveis com os recursos oferecidos.

Se organize, esteja dentro da sua empresa e veja tudo o que acontece ao seu redor, falta de qualidade é um péssimo indicador e isso ecoa para fora da empresa, cuidado!

E então, gostou do meu tema de hoje? Conta pra mim nos comentários quais dicas que eu dei você vai colocar em prática com a sua equipe. Ah, lembra de me seguir minhas redes sociais Facebook e Instagram, ok?