Matando a margem de lucro do seu negócio? Veja os 3 erros que estão causando isso.

Se eu te perguntasse qual o maior desafio do seu negócio, você responderia organizar as finanças? Pois bem, amiga empreendedora, hoje nosso tema é sobre saúde financeira em pequenos negócios.

Você anda cometendo alguns erros que estão matando a margem de lucro da sua empresa, por isso separei aqui nesse texto, alguns conselhos que vão te ajudar a reverter esse quadro.

Vamos lá?

Saúde financeira em pequenos negócios

Antes de contar os 3 erros, quero te mostrar qual é a situação financeira ideal para um negócio crescer. Vamos aproveitar o clima de planejamento para 2018 e focar em desenhar um cenário ideal para você.

Afinal mesmo em época de crise é possível crescer mês a mês, mas isso depende muito da sua disciplina. Aqui embaixo estão 3 pontos que empreendedoras devem estar atentas e implantar ações de crescimento:

Plano orçamentário

O objetivo do plano orçamentário  é fazer uma organização rigorosa das receitas, o controle dos gastos/custos e a conquista do saldo positivo no final de cada mês.  Para isso, ter um orçamento financeiro detalhado com cenário de previsão x realizado deve ser feito todos os meses.

Sugestões de investimentos

Olha o que o Sebrae falou sobre algumas boas opções de investimento:

Poupança – É o investimento mais seguro, mas rende menos, cerca de 6% ao ano.

Fundo de Renda Fixa, CDB e RDB – Rendimento médio de cerca de 8% ao ano e, também, é um investimento seguro.

Bolsa de Valores (Fundos de Investimentos) – Os rendimentos variam muito e costumam ser mais altos. É necessário ter conhecimento do mercado financeiro. Antes de investir seu dinheiro , consulte o gerente do seu banco para saber sugestões de quais são as melhores opções.

Imóveis – Esse, no momento, está sendo um investimento muito atrativo, principalmente, quando se compra um imóvel na planta e, ao ficar pronto, tem uma alta valorização. Cuidados devem ser tomados antes da compra, dentre eles o mais importante é checar a credibilidade da construtora. “

Como usar crédito de forma correta

Não coloque a corda no seu pescoço sem necessidade. É muito fácil ter acesso a crédito no mercado, mas sempre analise se é realmente importante utilizar parcelamentos longos, empréstimos, ter vários cartões de crédito  e ainda utilizar o limite do cheque especial.

Leia mais

• Como fazer sua empresa render mais?

• Conheça os melhores indicadores de produtividade

Erro 1: Dar descontos abusivos

Amiga empreendedora, “brincadeira tem hora” não é mesmo? Suas clientes devem ser fieis a você não pelo preço de seus produtos, mas pelos benefícios que eles proporcionam. Todo cliente que chega até você e fica por causa do preço irá embora na primeira oportunidade de pagar menos ainda.

Mas quantas vezes você pagou um valor mais alto num jantar no Outback devido a qualidade e atendimento? Centenas não foi? Essa é a lógica que você deve usar, seus preços devem ser justos de acordo com os seus custos, para atingir a margem de lucro planejada. Além disso, encante e conquiste clientes com seu atendimento, com a qualidade de seus produtos ou serviços. Não caia no erro de dar descontos abusivos!

Erro 2: Não ter o salário de empreendedora

O segundo erro e talvez o mais vital é misturar as finanças pessoais com as finanças da empresa. Eu já escrevi aqui no Blog ensinando Como você deve calcular seu pró – labore. Vale muito a pena conferir e já colocar em prática.

Erro 3: Não diminuir os custos

Sem sombras de dúvidas, outro fator decisivo para não matar o lucro da sua empresa é trabalhar com reduções de custos. Refiro-me aos gastos também. Corte todo e qualquer gasto desnecessário, economize energia, negocie com fornecedores. Toda ação de redução interfere diretamente no aumento do seu lucro.

Dica bônus

Eu li um livro incrível chamado Os segredos da Mente Milionária, do autor Harv Eker. E separei aqui  os dezessete modos de pensar e agir que distinguem os ricos das outras pessoas, os trechos foram retirados de OS ARQUIVOS DA RIQUEZA. Confira e leve isso pra sua vida:

  1. As pessoas ricas acreditam na seguinte ideia: “Eu crio minha própria vida.” As pessoas de mentalidade pobre, acreditam na seguinte ideia: “Na minha vida, as coisas acontecem.”
  2. As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. As pessoas de mentalidade pobre entram no jogo do dinheiro para não perder.
  3. As pessoas ricas assumem o compromisso de serem ricas. As pessoas de mentalidade pobre gostariam de ser ricas.
  4. As pessoas ricas pensam grande. As pessoas de mentalidade pobre pensam pequeno.
  5. As pessoas ricas focalizam oportunidades. As pessoas de mentalidade pobre focalizam obstáculos.
  6. As pessoas ricas admiram outros indivíduos ricos e bem-sucedidos. As pessoas de mentalidade pobre guardam ressentimento de quem é rico e bem-sucedido.
  7. As pessoas ricas buscam a companhia de indivíduos positivos e bem-sucedidos. As pessoas de mentalidade pobre buscam a companhia de indivíduos negativos e fracassados.
  8. As pessoas ricas gostam de se promover. As pessoas de mentalidade pobre não apreciam vendas nem autopromoção.
  9. As pessoas ricas são maiores do que seus problemas. As pessoas de mentalidade pobre são menores que seus problemas.
  10. As pessoas ricas são excelentes recebedoras. As pessoas de mentalidade pobre são péssimas recebedoras.
  11. As pessoas ricas preferem ser remuneradas pelos seus resultados. As pessoas de mentalidade pobre preferem ser remuneradas pelo tempo que despendem.
  12. As pessoas ricas pensam: “Posso ter as duas coisas.” As pessoas de mentalidade pobre pensam: “Posso ter uma coisa ou outra.”
  13. As pessoas ricas focalizam seu patrimônio líquido. As pessoas de mentalidade pobre focalizam o seu rendimento mensal.
  14. As pessoas ricas administram bem o seu dinheiro. As pessoas de mentalidade pobre administram mal o seu dinheiro.
  15. As pessoas ricas põem o seu dinheiro para trabalhar para eles. As pessoas de mentalidade pobre trabalham pelo seu dinheiro.
  16. As pessoas ricas agem apesar do medo. As pessoas de mentalidade pobre deixam-se paralisar pelo medo.
  17. As pessoas ricas aprendem e se aprimoram o tempo todo. As pessoas de mentalidade pobre acreditam que já sabem tudo.

Esse foi  o texto que vai te ajudar a identificar os erros que estão matando o seu lucro. Gestão financeira tem relação direta com disciplina e controle. Coloque em prática cada conselho que escrevi aqui e tenho certeza que o jogo vai virar. Amiga, não existe crise para quem faz acontecer! Vamos juntas? Me acompanhe no Facebook e Instagram, pois todos os dias eu posto novidades por lá!