Você já pensou na sua aposentadoria? Mas afinal de contas, empreendedor tem quem pensar em aposentadoria? A resposta é sim, a aposentadoria deve ser uma prioridade para todos e vou te dar algumas dicas de como você deve começar a se preparar para esse momento de descanso e lazer.

1 Quando devo pensar em aposentadoria?

Após montar seu negócio, sua primeira prioridade deve ser a de se firmar no mercado, prestar um serviço de excelência e qualidade, se tornando referência para o consumidor.

A sua segunda preocupação, será a de recuperar o seu investimento, ter o retorno do seu capital, para que esse seja seu primeiro montante de investimento para a aposentadoria.

Os primeiros anos são fundamentais para a sua estabilidade no mercado, esse deve ser o seu foco.

Depois de cumprir essas duas etapas, aí sim, vamos começar a programação para a aposentadoria, que deve ser um processo longo e cuidadoso.

2 Como me programar?

A aposentadoria é um assunto que deve estar, obrigatoriamente, na sua agenda, desde o momento que iniciar seu planejamento.

Após ter o retorno do capital que você investiu, chegou a hora de pensar em investimentos, diferentes recursos que vão assegurar o seu futuro, previdência privada, investimento a longo prazo, algo do tipo.

Faça uma análise profunda, procure especialistas, gerente do seu banco, estude para ter argumentos e sua própria opinião, não se deixe levar apenas pela opinião dos outros, sempre saiba o que vai fazer, com clareza e certeza de entender os procedimentos.

Leia mais:

Preciso de capital de giro, e agora?

Finanças pessoais e empresariais, posso misturar?

3 Cuidados que devo ter

O primeiro é como eu já disse antes, estudar e conhecer cada detalhe de onde vai investir, já que em cada caminho há riscos.

Tenha sempre investimentos que ofereçam mobilidade. Todas passamos por dificuldades e ter algum dinheiro na caderneta de poupança faz bem, nos dá um giro rápido, já que a retirada é simples.

Conforme o investimento que fizer, consegue tirar rápido também, mas vai te fazer perder rentabilidade, tomar prejuízo em parte do que foi investido.

Seja esperta e pense nas emergências, não adianta nada pensar somente no futuro, ter boas reservas e passar aperto no presente.

Essas reservas, se for necessário, deverão salvar você e o seu negócio em tempos de crise. Mas atenção: mesmo assim evite unir as contas do seu negócio com as suas pessoais.

Por isso, use a cabeça, pense nas várias possibilidades, estude o que for melhor, se aconselhe com as melhores pessoas e profissionais e garanta a sua tranquilidade no futuro.

Vamos juntas e sucesso!