Saber lidar com o caixa da empresa é uma característica que todo mundo precisa aprender cedo, porque isso afeta todo o restante. Por isso defendo que nós, empreendedoras, devemos ter um salário e proteger as finanças corporativas.  Não dá mais para ficar confundindo de quem é o dinheiro, se é meu ou do meu negócio. É preciso se controlar e ter responsabilidade com o patrimônio da empresa, que nesse caso é o caixa.  Vou te dar algumas dicas para se equilibrar e não afetar a sustentabilidade financeira do seu empreendimento.

Só para ficar registrado, essa sustentabilidade que falei não é aquela do meio ambiente, que todos falam, ela está relacionada com a sustentação da condição financeira, tanto pessoal quanto empresarial.

1  Como eu me sustento?

Apesar de o negócio ser meu, eu também trabalho lá e por isso preciso ser remunerada por tal. Praticamente todas já trabalhamos em outros lugares e sabemos muito bem que temos que ter cuidado para não chegar no fim do mês zerada.
Primeira dica é estipular seu pró-labore, seu salário, e receber até o quinto dia útil como todos. Vai depender da análise de fluxo de caixa e faturamento para chegar ao seu valor mensal.

2  Meu dinheiro acabou

Se o dinheiro acabar durante o mês, alguma coisa está muito errada, equilibre as contas pessoais, reveja seus gastos e adeque ao seu ganho.
Jamais faça “vales” durante o mês para complementar a sua renda. Respeite a individualidade, não prejudique de modo nenhum o fluxo de caixa em benefício próprio, isso pode te levar a falência.

Leia Mais

Como usar seu tempo e talentos para gerar resultados financeiros com foco

4 dicas de gestão para a empreendedora

3  A empresa está em dificuldades, eu ajudo?

Se a empresa enfrenta dificuldades financeiras, pode ser um reflexo do seu estilo de vida, as coisas se confundem com quem não tem controle.  Não entre com dinheiro sem registro. Qualquer montante colocado no caixa da empresa tem que ser feito via investimento, aporte financeiro com alteração do contrato social. Consulte seu contador.

Tirar do nosso dinheiro para pagar contas da empresa está muito errado. Se isso acontecer, é preciso sentar com o setor financeiro e entender o que acontece. Cortar gastos, fazer estudo de viabilidade de financiamento, a empresa resolve o problema dela e você o seu.

4  Minha empresa tem controle?

Não leve a empresa para o buraco com retiradas bruscas de dinheiro, sem previsão, essas coisas podem fazer quebrar o seu negócio e você nem perceber. Faça fluxo de caixa, use todos os recursos dessa ferramenta para descobrir qualquer irregularidade na sustentabilidade.

5 Controlar é tudo de bom

No pessoal e no profissional nós vamos encontrar dificuldades, mas se tiver descontrole e desorganização vai ficar pior.
Controlar de modo separado as finanças, assumir a responsabilidade de organizar é papel fundamental do empreendedor. O descontrole pode levar o negócio para um caminho sem volta. E estamos aqui pra aumentar o nível na nossa empresa, não é mesmo?

Seja fiel ao sonho para realizar e ser feliz com mais resultados as finanças em dia.