A resposta é simples, direta e objetiva, SIM! Todas nós precisamos de um contador, em todas as fases da empresa, da abertura ao fechamento.

Tem algumas coisas que não podemos abrir mão, e no casso do empreendedor, ter um contador parceiro, faz toda a diferença no crescimento e na sustentabilidade do seu negócio.

Nosso País é extremamente burocrático, a legislação se torna complexa, então, para termos sucesso é preciso ter uma contabilidade para nos auxiliar nas operações do dia-a-dia.

1 – Porque o contador é importante?

Ele é um profissional que te ajuda a abrir a empresa, te enquadra na melhor tributação, auxilia no controle de estoque e finanças, faz a sua documentação fiscal, contábil e tributária e ajuda no fechamento da empresa.

Reparem a importância que devemos dar à essa parceria, se não nos atentarmos a isso, com certeza teremos problemas com o fisco, que é uma dor de cabeça sem fim.

Sem contar, que a maioria de nós, empreendedoras, não temos essa formação específica e podemos deixar de observar aspectos importantes da legislação.

Leia mais:

• Simples nacional vai mudar, você sabia?

• Exportação: quero fazer e agora?

2 – Como encontrar um bom contador?

Bom, isso é como procurar um bom fornecedor, você pode ir por indicação, por afinidade, por conhecer algum, o importante é ter uma pessoa da sua confiança.

A empreendedora tem muitas preocupações e não pode se distrair com coisas alheias ao seu foco no negócio, um profissional bem capacitado precisa estar ao nosso lado.

Se tiver condições, instale um programa ERP, nós temos opções baratas no mercado, como o ContAzul, por exemplo, que inclusive dá acesso ao seu contador.

Pesquise, faça networking e encontre a melhor solução para o seu negócio.

3 – Como o contador me ajuda rotina da empresa?

Bom, de várias maneiras, vou colocar alguns exemplos aqui:

  • Na hora de solicitar crédito: ele tem acesso aos documentos que as instituições bancárias exigem e pode te ajudar a analisar as taxas de juros praticadas no mercado;
  • Na precificação: ele pode te ajudar a colocar preços justos nos seu produtos ou serviços, calculando corretamente o custos fixos e variáveis do seu negócio;
  • Fluxo de caixa: Te auxiliar na análise de entradas e saídas, apontando despesas futuras e ajudando a prever a lucratividade.

Esses são alguns exemplos de como ele pode contribuir.

4 – E agora, o que eu faço?

Como está seu negócio hoje? Já é formalizado? Tire suas dúvidas com alguém do ramo, veja se seus amigos empreendedores te indicam, já é um começo.

Não deixe que as coisas se acumulem nas suas costas, ainda mais com assuntos tão específicos.

Vamos juntas cada vez mais melhorar a nossa gestão e crescer sempre, muito sucesso pra todas nós!

Me sigam no Facebook e no Instagam e vejam as novidades que coloco lá todos os dias.