Para a nossa sobrevivência no mercado, a inovação é essencial, buscar algo novo é essencial, mas aí sempre vem a dúvida, produzir ou terceirizar? Entender os custos da operação, saber sobre tributação, perceber se vai conseguir atender a demanda, tudo isso faz parte.

Você deve avaliar todas as possibilidades, fazer todos os orçamentos, administrar os problemas, para não ser surpreendida com custos adicionais por não ter estudado direito o processo.

1 Com que devemos nos preocupar para produzir

Bem, os custos são os mais importantes nesse caso, lembra que já conversamos sobre calcular o preço de venda? Pois é, isso é o primeiro fator a ser analisado.

Portanto, vá aos seus fornecedores, coloque alguém específico para estudar todo o processo de fabricação, todos os detalhes, verifique se precisa de mão de obra especializada. Converse com seus parceiros e veja se já fizeram, quais as dificuldades, quais equipamentos, faça um benchmarking e descubra os segredos dos outros.

Não se esqueça de observar sobre o armazenamento da matéria prima e sobre o transporte. Fazendo esses processos, as coisas vão começar a clarear para você e te dar a noção da decisão, de que rumo deve tomar.

2  Com que devemos nos preocupar para terceirizar

Fornecedor de matéria prima, custos de armazenagem, capacidade de produção do fornecedor, tempo de entrega do produto, qualidade final da peça.

São detalhes que vão fazer a diferença na cadeia produtiva e consequentemente interferir no seu processo de venda e entrega. A reputação da empresa terceirizada é primordial, pesquisar sua carteira de clientes e como ele procede com eles, vai te fazer conhecer melhor.

Faça um check-up, um raio-x dessa empresa, para evitar problemas futuros. Se optar por terceirizar, não abra mão de um bom advogado para analisar os termos contratuais, se precavendo de qualquer prejuízo ou problema judicia, cercar todas as possibilidades é sua obrigação.

Leia mais:

• Pechincha, a importância de negociar com fornecedores

• A ordem é cortar gastos? Fuja desses 5 erros

3  Produzir ou terceirizar?

Bom, essa é uma decisão que vai depender de um longo estudo que você terá que fazer. Junte essas dicas no tópico de cima e vá a campo, com determinação! Pois é esse resultado que te mostrar a viabilidade ou não de produzir ou terceirizar.

Seu contador é peça chave nesse processo, ele vai buscar e te entregar tudo relacionado a tributação, fator determinante para o processo. Sentar, planejar, organizar e executar: esse caminho não pode ser abandonado nunca. Tudo sem planejamento já nasce meio morto e com chances de dar errado.

Observe se tem pessoas qualificadas para a condução desse processo, engajar sua equipe nesse processo vai contribuir para ter uma melhor resposta.

Depois de percorrer o caminho da pesquisa e do entendimento, chegou a hora de colocar as duas propostas, analisar os prós e contras e colocar a estratégia em ação.

Conheço um empreendedor que decidiu fabricar, investiu muita grana e não se atentou para os detalhes. Infelizmente o negócio deu errado, porque ele não sabia armazenar a matéria prima, o que fez perder muito dinheiro. O ramo dele era de impressão gráfica, ele conseguiu reverter a situação, mas teve um prejuízo enorme e quase quebrou.

Vá em frente, faça tudo com cautela, planos e envolvimento de todos, depois volte aqui para no contar a sua experiência, sucesso!