Planejar a abertura de um negócio leva em conta vários fatores, um deles é o capital de giro que nada mais é que um orçamento para financiar sua empresa.

Para saber como controlar o capital de giro é preciso estar com as ferramentas de gestão financeira sempre atualizadas, se ainda não controla suas finanças, cuidado, isso é perigoso.

Mas o que é capital de giro?

Complementando o que disse antes, ele é usado para que possamos financiar as operações da empresa, como compras, despesas diárias, operacionais ou administrativas. Enfim, é o dinheiro para não deixar o negócio parar, por isso o nome.

Ele também serve para financiar nossos clientes que compram a prazo.

Não é à toa que sempre falo com vocês sobre controle e planejamento. Qualquer decisão que precisamos tomar, tem que ser amparada por informações seguras, não podemos comprar e vender sem nenhum critério de avaliação sobre o caixa da empresa.

Administrar o capital de giro é analisar de forma detalhada o momento atual e futuro da empresa, é saber se o caixa terá rotatividade para cumprir os compromissos firmados com fornecedores, colaboradores e a gestão financeira.

Então é preciso estar atenta sempre e vou te ensinar o que você precisa observar sempre para saber como o giro de recursos vai reagir ao se negócio, vamos lá:

• Redução das vendas;
• Crescimento da inadimplência;
• Aumento das despesas financeiras;
• Aumento de custos.

A falta de capital de giro vai nos levar direto pro banco, atrás de um financiamento. Só controlando bem as finanças que teremos essas informações com qualidade, para identificar a necessidade de capital de giro.

Leia mais

Você já pensou em desistir do seu negócio?

Como definir metas mensais de vendas

Vou vir com mais dicas agora, que são para prevenção da falta de recursos para girar:

• Manter atualizado diariamente o controle de inadimplência;
• Trabalhar com eficiência o sistema de cobranças;
• Renegociar dívidas para o longo prazo;
• Controlar suas compras alinhadas às suas vendas;
• Reduzir custos e despesas (leia esse texto no blog).

Para quem está começando agora é muito importante ter o capital de giro da empresa e o capital de giro pessoal, já que quanto menos você tirar dinheiro da empresa é melhor.

A dica de ouro é calcule o prazo de recebimento das suas vendas a prazo para que coincidam com o prazo para pagamento de fornecedores.

Um exemplo: se vende com 30 dias de prazo e seu fornecedor te dá 21 dias, está errado, você vai se enrolar para conseguir cumprir esse compromisso, ou seja, não terá capital de giro suficiente.

Como calcular seu capital de giro

Sempre falo que precisamos saber gerir nosso negócio, entender para onde estamos indo. É possível calcular o capital de giro, mas para isso precisamos ter controle sobre tudo.

A fórmula é muito simples, basta seus ativos circulantes (investimentos) e reduzir os passivos circulantes (seus recebimentos).

Dá assim CGL (capital de giro líquido) = AC (ativo circulante) – PC (passivo circulante).

Muito fácil de fazer, qualquer dificuldade peça auxílio ao seu contador, acompanhe o trabalho dele e aprenda também a calcular e analisar, afinal de contas, ninguém pode saber mais do seu negócio que você!