Você entende os vários termos em inglês e português usados no meio do empreendedorismo? Sabia que temos um vocabulário próprio e atual para nos comunicar? Se ainda não domina nada disso está na hora de parar e rever seus conceitos.

Hoje eu montei um minidicionário para facilitar a sua percepção quando estiver assistindo algum vídeo, programa, palestra ou evento com especialistas. Separei alguns que considero mais importantes e que devemos ter sempre em mente o seu significado, para não passar vergonha. Veja os termos mais usados e seus significados:

Stakeholders

São todos aqueles envolvidos no processo, como: fornecedores, clientes, colaboradores, os proprietários e quem mais faz parte daquele meio.

Payback

Este é o seu retorno, é na verdade o tempo em que vai durar até o produto se pagar e começar a ter resultados líquidos no caixa da empresa.

Business Plan

É o nosso plano de negócios. Nele você consegue ver e analisar o que precisa ser feito pro seu negócio decolar de vez.

Briefing

Troca de informações em reunião para a execução de um determinado trabalho. Exemplo: se contratarmos uma empresa de pesquisa de mercado ela vai colher as informações necessárias para o projeto numa reunião de briefing.

Ticket médio

É o valor médio que cada cliente gasta em seu estabelecimento, ou seja, divide o montante das vendas pelo número de clientes e veja quanto cada cliente gasta em média no seu comércio. Inclusive tem um post bem legal sobre isso aqui.

Break-even point

Esse é o nosso ponto de equilíbrio. É quanto precisamos vender de cada produto para pagar os custos fixos e variáveis e ficar no “zero a zero”, quando não temos perda nem ganho, nem lucro nem prejuízo.

Core business

É o ponto forte e estratégico da nossa empresa para o mercado, é a parte central do negócio.

Leia mais

Atitude de quem quer fracassar nos negócios

Marketing de conteúdo para novos empreendedores

 

Branding

É o valor e o conceito que se cria da marca na cabeça do consumidor. É tudo aquilo que identifica uma empresa, uma identidade visual, olfativa, auditiva, gustativa e tátil.

Valuation

É o valor estimado da empresa, como se quisesse vende-la amanhã qual seria o valuation dela? Quanto ela vale no mercado pela sua avaliação.

Case

São casos de sucessos apresentados em eventos, usados em aulas, para mostrar a trajetória de sucesso de um empreendimento.

Brainstorm

É a famosa tempestade de ideias, quando todos se reúnem para dar sugestões, ajudar a criar algo, debater ações, produtos, marcas e ideias. Tudo é registrado para que ser filtrado depois.

B2B

Business to business é como utilizamos no comércio eletrônico para falar sobre as transações comerciais entre empresas.

B2C

Business to commerce já como falamos no e-commerce sobre a transação comercial entre a empresa e o consumidor final.

Benchmarking

É a prática de espiar o concorrente, copiar suas estratégias e aplicar na empresa, para comparar se o que dá certo com ele também daria comigo e se é possível aperfeiçoar o processo. Tem um post que já fiz no blog pra você saber mais sobre isso. Basta clicar aqui.

Esses termos são apenas alguns usados no nosso meio, também utilizado em programas de televisão como “Shark Tank” e “O sócio”. Excelentes programas para assistir e aprender mais sobre avaliação de produtos e como se portar em apresentações para investidores.

E numa apresentação é bom que esteja preparado, com o vocabulário afiado, e saiba o que falar e o que será questionado. Empreender faz parte de um comportamento e não da personalidade, então vale a pena estudar mais para agir e pensar como verdadeiro empreendedor.