A logística está relacionada às nossas atividades diárias, como diria o Faustão, tanto no pessoal como no profissional, e podemos executar isso da melhor forma. Um exemplo na vida pessoal é o papel empenhado pela doméstica. Organizar tarefas como cozinhar, lavar, passar, limpar a casa, está diretamente ligado a logística.

Bom, que ainda tem uma empresa pequena pensa que a logística deve ser aplicada somente nas grandes empresas, está completamente enganado.

1  Logística

A logística aplicada às empresas tem uma missão básica que é: colocar as mercadorias no lugar certo, no tempo certo, nas condições acertadas e com o menor custo possível. Sendo assim, ela é útil em todas as esferas empresariais, já que compõe o momento da aquisição de mercadoria, produção, armazenamento e distribuição.

Algumas empresas adotam a política da logística reversa, pensando na diminuição de custos e na preservação do meio ambiente. Um exemplo disso é a garrafa retornável da Coca-Cola, ela é usada várias vezes para embalagem e distribuição do produto.

2  Logística para micro e pequenas empresas

Segundo o IBGE e Sebrae, em 2012, as micro e pequenas empresas representavam 20% do PIB brasileiro e responsável por uma grande parcela de empregos. Nesse mesmo estudo, essas empresas demonstram um ciclo de vida curto, resultado de falhas gerenciais e uma logística deficiente.

As empresas que tiveram sucesso, foram por fatores como: capacidade empreendedora, habilidades gerenciais e capacitação, além de uma boa logística operacional. Por isso a importância de um bom estudo logístico na sua empresa.

Leia mais

• O que é melhor: produzir ou terceirizar?

• Ciclo PDCA: O que é e como aplicar gerando resultados

3  Práticas logísticas

Já escrevi aqui o post “Estoque foi feito para girar e controlar”, que está diretamente relacionado a esse assunto. Vou listar para vocês, atividades listadas às boas práticas logísticas:

Dimensionamento de quantidade de estoque;
• Dimensionamento da compra;
• Correto inventário (controle físico e fiscal);
• Controle absoluto sobre perdas e extravios;
• Valor investido no estoque;
• Identificação correta dos produtos;
• Disposição dos produtos nas prateleiras;
• Menor custo de aquisição e distribuição;
• Proximidade com fornecedor;
• Sistema de gestão de estoque;
• Custo de armazenamento.

Todos esses fatores influenciam na liquidez da sua empresa, ou seja, no seu poder de quitar suas dívidas de curto prazo.

É importante ficar atenta, porque cada detalhe compromete nosso investimento e a sustentabilidade da nossa empresa.

4  Preciso me preocupar com a logística?

Com certeza! Quando se estuda os dados de empresas que fecham e seus motivos, não podemos ignorar essas informações tão importantes.

Essa preocupação pode contribuir para o desenvolvimento do seu negócio, mas precisa ter conhecimento e ações muito planejadas. Use esses tópicos como uma oportunidade de fazer uma boa gestão e preservar seu patrimônio.

Me siga no Instagram e veja as novidades, além das várias dicas que dou diariamente no Stories, sucesso!