Hoje vamos falar de economia da experiência e, ao contrário do que você pensa, não tem a ver com números. Esse conceito não é novo, mas ainda é desconhecido pela maioria das pessoas. A economia da experiência aposta no que o consumidor vivencia na loja e isso pode ser tanto na física quanto na virtual.

E você, amiga empreendedora, pode usar essa ideia pra dar o diferencial que o seu negócio merece. Quando você investe na experiência do seu cliente, toda a sua percepção muda. Passa a ter ideias sobre como melhorar o seu atendimento, novas formas de divulgar o seu produto e outras atitudes que refletem no resultado das suas vendas.

O segredo está em estimular boas experiências pro seu cliente. Como ele se sente na hora de comprar o seu produto? É uma experiência boa? É memorável? E quando falo isso não precisa ser algo extravagante. Se você tratar o seu cliente bem, com atenção e ser atencioso, isso já cria um sentimento diferente nessa pessoa. Me diga você, quando vai comprar alguma coisa, a forma como você é tratada não é importante? Em alguns casos lembra mais da experiência de comprar do que o produto em si?

Com o cliente é a mesma coisa. Se coloque no lugar dele e pense em formas de melhorar a experiência dessa pessoa com o produto. Aqui na Francisca Joias, temos uma caixinha linda na qual o produto é enviado e um cheirinho próprio. Algumas clientes gostam de comprar não só pelo produto, mas pelo cuidado com que ele é entregue. Isso é economia da experiência.

Leia Mais

O segredo está no cliente e o seu foco em 2017 deve ser ele

5 dicas eficazes pra você vencer os obstáculos de 2017

Se você vende doces, talvez seja interessante investir em uma embalagem diferente ou alguma supresinha pro cliente na hora de entregar o produto. Seja criativa, não só nessa hora mas em outros momentos. Não sabe como estimular esse lado? Veja aqui alguns textos que vão de ajudar a soltar sua criatividade.

E mesmo que o seu cliente seja antigo, sempre trate ele como se fosse novo. Claro que quando você conhece a pessoa fica mais fácil encontrar uma forma de vender o seu produto, mas não descuide das coisas básicas (bom atendimento, ser atencioso, ser responsável). Queira envolver essa pessoa com uma experiência boa e que possa ser tão importante quanto o que ela foi comprar.

E esse texto foi pra você, amiga empreendedora, que ainda não percebeu como a economia da experiência pode ser vantajosa pro seu negócio. E agora que você já conhece esse conceito, como ele vai se encaixar no seu empreendimento? Responda nos comentários como a economia da experiência vai te ajudar em 2017.

vip_whatsapp-var