Com certeza você já deve ter comprado de um Marketplace sem saber que era essa a definição para o modelo de negócio. Mercado Livre, Americanas, Submarino e Amazon são só alguns exemplos de sites que trabalham dessa forma.

O Marketplace é como um grande shopping center, só que online. Ou seja, diversos vendedores têm a sua lojinha e os consumidores passeiam pelo campo de busca procurando o melhor produto com o melhor preço ou melhores vantagens.

E, assim como qualquer outro modelo de negócio, o marketplace possui vantagens e desvantagens. Veja quais são:

Vantagens do Marketplace

Cada marketplace, seja Mercado Livre ou Amazon, por exemplo, possui um público fiel. Isso porque, eles oferecem diversas vantagens para o consumidor. Por isso, ao ter uma loja dentro do marketplace faz com que você participe das buscas desse consumidor.

Inclusive, se você é uma marca nova, só o fato de você estar dentro de outro site mais conhecido, gera confiança em quem está comprando. Principalmente, porque tanto ele quanto você terá o respaldo da empresa.

Todo o processo de pagamento é feito dentro do site automaticamente, bem como o cálculo do frete. Da mesma forma, a publicidade de certos produtos também é responsabilidade do Marketplace escolhido. Entretanto, é possível pagar à parte para ter mais relevância dentro do próprio site.

Leia Mais:
Como posicionar sua empresa no mercado
Venda mais para clientes antigos

Desvantagens do Marketplace

Ter uma loja dentro de um marketplace é como construir uma mansão dentro de um terreno alugado, principalmente se essa for a sua única estratégia. Por mais que você escolha o preço do seu produto e as descrições, o site não é seu. Então se ele, por algum motivo sair do ar, você também sai. Do mesmo modo, você também fica sujeito às taxas que o Marketplace impor.

Você vai estar no mesmo local que seus concorrentes, muitas vezes, vendendo o mesmo produto. Então, é preciso estar atento a competição de preços para que o seu negócio não saia prejudicado.

O vendedor não faz contato com quem está comprando, todo o processo é mediado pelo Marketplace. Ou seja, você não conseguirá captar o e-mail ou telefone do cliente para falar diretamente com ele sobre a sua marca, por exemplo.

O que fazer?

Toda escolha precisa ser analisada conforme a situação do seu negócio. Se você ainda não tem um e-commerce e gostaria de testar como todo o processo funciona, pode ser interessante começar a vender através do marketplace.

Da mesma forma, se você deseja alcançar novos clientes, o marketplace pode ser uma ótima oportunidade, desde que você encante o cliente e divulgue sua marca na hora de enviar o produto.

Assim como as redes sociais, o marketplace pode ser um braço da sua estratégia de venda e não a única forma de vender online.

Que tal mais dicas de como vender online? Inscreva-se no meu canal no Youtube e me acompanhe no Facebook e Instagram.

e-book-e-commerce-sabrina-nunes
lista-vip-whatsapp-sabrina-nunes