Provavelmente você já entrou em contato com código de barras. Pode ter sido em produtos de supermercados, nos quais é facilmente possível ter acesso ao preço através do scanner.

Ou ainda, podemos citar os boletos bancários. Quem nunca recebeu um desses, não é mesmo?

O código de barras é único para cada produto e, ele tem não só a função de identificar um item, como também possui a função de armazenar informações importantes sobre o produto.

Imagino que você esteja se perguntando como essa tecnologia pode ajudar seu negócio. Simples: o código de barras facilita muito o controle de estoque e vendas.

Alguns benefícios do código de barras

Agilidade e automação das tarefas

Você pode utilizar o código de barras no seu setor de logística, isso diminui o tempo para registrar uma atividade. Seja ela movimentação interna ou venda.

Outro aspecto importante é que a leitura do código de barras garante o envio automático de informações a respeito de quais itens foram vendidos.

Redução de erros nos processos

Anteriormente, todos os registros de vendas e quantidade eram feitos manualmente, o que, por consequência, gerava bastante erro.

Hoje é tudo mais fácil! Basta inserir corretamente as informações no código de barras que, ao ser escaneado, ele fornecerá os dados de forma precisa e eficiente

Otimização de recursos

Os prejuízos de uma empresa geralmente esbarram em duas questões: na perda de tempo e nos erros operacionais.

Quando ocorre um erro, é preciso ter o retrabalho de repetir a operação e isso pode gerar prejuízos financeiros.

Por outro lado, a perda de tempo também se torna uma grande preocupação, visto que diminui a produtividade e a capacidade de faturamento do negócio.

Leia mais

5 dicas para reduzir perdas de estoque

Como cortar custos na empresa

Como implantar em minha empresa

Primeiramente, é necessário saber que há apenas uma organização no mundo responsável por controlar a numeração e padronizá-la. Essa organização é a GS1.

Dessa forma, o primeiro passo é atender a numeração estabelecida pelo GTIN (Número Global de Item Comercial). De posse dele, é gerado o código de barras propriamente dito (conhecido pela sigla EAN-13), o qual permite identificar o produto e suas características, como peso, tamanho e cor.

Cada tipo de item comercial tem um tipo de código específico.

Conforme informações da GS1 Brasil, no site deles, para ter acesso é preciso pagar uma taxa de inscrição (R$ 449), além de meia anuidade (calculada conforme o faturamento).

 

Fico sempre muito feliz em compartilhar um pouco do meu conhecimento com você.

E tem muito mais conteúdo no meu Facebook, Instagram e Canal do Youtube.

00